Produtos

MEL DE ROSMANINHO - ÉQUALIFICADO

Tipo

Mel

Região

Lisboa e Vale do Tejo

Descrição

Mel 100% natural, com sabor suave e subtil, consistência viscosa, apresentando um tom claro e com ligeira adstringência própria do néctar de rosmaninho.

Declaração nutricional

por 100 g ou por 100 ml do produto
Energia (Kcal) 318g
Lípidos (g)
Dos quais saturados (g)
Hidratos de carbono (g) 78g
Dos quais açúcares (g) 78g
Fibra (g)
Proteínas (g) 0.5g
Sal (g) 0.010g

História

Mel produzido pela abelha local - apis melífera (sp ibérica), a partir de néctar de flores resultantes da flora apícola da região (Santiago do Cacém)

Área geográfica de produção

Distritos

SETUBAL

Concelhos

PALMELA

Freguesias

AZEITÃO (SÃO LOURENÇO E SÃO SIMÃO)

Forma de utilização / Conselhos de uso

Óptimo para acompanhar pão ou bolachas ou cereais de pequeno-almoço, como ingrediente de doçaria conventual ou popular e como adoçante de chá ou de café. Excelente substituto do açúcar.

Produto

MEL DOS AÇORES - DOP

Mel de néctar centrifugado obtido principalmente a partir dos néctares de incenso (mel de Incenso) e multiflora. - Mel de Incenso: mel de cor variável, indo de quase incolor a levemente amarelado, com odor delicado, perfumado, com sabor típico a incenso e com consistência fluida, resultante do néctar recolhido das flores da espécie Pittosporum Ondulattum, Hort, que é uma planta espontânea e existente em todas as ilhas dos Açores; - Mel Multifloral: mel de cor castanha escura, com sabor agradável e consistência fluida, obtido da mistura de néctares de várias espécies de plantas, deignadamente de fruteiras tradicionais (Pomoideas, Prunoideas, Castanheiro e Citrinos), fruteiras subtropicais (Bananeira, Abacateiro, Goiabeira, Araçaleiro, Physalis e Maracujaleiro) e outras espécies (Metrozidero, Camélia, Jarro, Conteira, Hortência, Azália, Eucalipto, Malvão, Alecrim, Erva azeda, Fava, etc.).

Produto

MEL DE BARROSO

Mel produzido pela abelha negra Apis mellifera mellifera (sp. Iberica) - considerada por alguns investigadores como sub raça da Apis mellifera iberica - na região montanhosa do Barroso, a partir da flora característica. Tem cor escura (> a 8 na escala de Pfund), cheiro e sabor reveladores da flora melífera regional, com forte predominância de ericáceas. Ao mel que possua um teor de pólen de ericáceas superior a 35 % poderá ser atribuída a designação de “Mel de Urze” ou “Mel de Queiró”.

Produto

MEL DA TERRA QUENTE - DOP

Mel produzido pela abelha Apis mellifera mellifera (sp. Iberica) de cor âmbar claro (< a 5 na escala de Pfung) e com elevado índice de cristalização. Produzido no Nordeste do país, com flora mediterrânica característica da região montanhosa continental, onde predomina o rosmaninho, a urze e a soagem (Lavanda stoechas, Lavandula pardarculata, Genista alba), etc. Teor de pólen de rosmaninho (Lavanda stoecha e Lavanda padarculata) > 15 %, em situação de predominância. Se tiver mais de 35 % de pólen de rosmaninho, pode usar a menção "Mel de Rosmaninho”.

© Copyright 2017 ptpt.pt
Developed by Impactwave