Produtos

ANANÁS DOS AÇORES/SÃO MIGUEL - DOP

Tipo

Frutos frescos

Região

Açores

Descrição

Frutos sãos, inteiros e firmes, provenientes da espécie Ananas comosus (L) Merril da família das Bromeliáceas e variedade Cayene "folhas lisas". Tem forma cilíndrica, ligeiramente afusado, com casca de cor laranja forte e polpa amarela translúcida. Apresenta, no seu interior e ao centro, um tronco duro que vai desde a coroa ao pedicelo.

Particularidades

Coroa simples com aspecto fresco, de dimensão entre 1/3 e 1/4 do comprimento do fruto,

História

A presença do ananás em São Miguel remonta aos séculos XVII e XVIII. As ilhas portuguesas do Atlântico foram um palco da introdução e expansão de novas culturas. Assim, os portugueses descobriram o ananás no Brasil e trouxeram-no para os Açores. Objecto de natural curiosidade da época, o ananás foi cultivado em estufas como cultura experimental e curiosidade botânica ornamental. A partir do século XIX o ananás passa a ser encarado enquanto produto com potencial para a economia açoriana. A necessidade de encontrar um substituto para a laranja, proveniente de pomares de citrinos já afectados pela doença da gomose, foi a causa da procura de um novo produto que preenchesse a lacuna deixada por esse fruto no circuito comercial de exportação.

Saber fazer

O Ananás dos Açores/São Miguel é produzido em estufas de vidro utilizando técnicas de cultivo tradicionais: aplicação de “fumos” e utilização de “camas quentes” à base de matéria vegetal. Ao fim de um período de dois anos, desde a plantação até à colheita, obtém-se um fruto de qualidades ímpares de aroma e sabor e que, apesar de ser cultivado sem pesticidas, tem poucas pragas e doenças.

Produção

O "ananás dos Açores/São Miguel" é produzido na área geográfica constante do Despacho SRAP/94/2 do Secretário Regional de Agricultura e Pescas da Região Autónoma dos Açores, de 01/02/1994 publicado no Jornal Oficial da RAA, IIª Série nº 5, de 16/9/98;; Reconhecida a Denominação de origem pelo Despacho acima; Registada e protegida a Denominação de Origem Açores, para ananás, pelo Regulamento (CE) nº 1107/96, de 12-06 - JO L 148/1, de 21-06;

Área geográfica de produção

Distritos

S.MIGUEL

Forma de utilização / Conselhos de uso

Em fresco, simples ou em salada de fruta, ou ainda como ingrediente da doçaria tradicional e também em sumos, conservas, compotas, licores, etc.

Forma

CILÍNDRICA

Peso

de 900,00g a 1,50kg

Cor Exterior

LARANJA

Cor Interior

AMARELA

Suculência Interior

SUMARENTA

Aroma Interior

FRUTADO

Sabor Interior

AGRI-DOCE

Apresentação Comercial

Apresenta-se em caixas, podendo estas ser de madeira, de cartão e de poliestireno expansível.

Bibliografia/Fonte

Caderno de Especificações "Ananás dos Açores"; Profrutos - Cooperativa de Produtores de Frutas, Produtos Hortícolas e Florícolas de S. Miguel, C.R.L.

Produto

ANONA DA MADEIRA - DOP

"Anona da Madeira" são os frutos das diversas variedades da família das Annonaceae, género Annona, espécie Annona cherimola Mill. (correspondente à A. tripetala de Aiton). Caracterizam-se por terem forma cordiforme, sendo a superfície, em correspondência com cada carpelo, mais irregular na base do fruto do que no ápice. A epiderme é mais ou menos lisa ou apresenta pequenas protuberâncias de forma cónica. Casca fina e delicada.Consoante a variedade, a coloração varia entre o verde claro, o verde amarelado e o verde bronzeado. O índice de sementes oscila entre seis a nove por cada 100 g de polpa. O teor em açúcar varia entre os 17,5 e os 21 °Brix. O peso das anonas oscila entre os 100 g e 2 kg, sendo o peso médio de 450 g.

Produto

MAÇÃ DA BEIRA ALTA - IGP

Fruto proveniente de diversas variedades da macieira Malus Domestica Bokh. São produzidas  por variedades dos grupos Golden, Gala, Red delicious, Starking, Jonagold, Granny Smith, Jonared e Reineta. As suas características são as próprias da respectiva variedade mas distinguem-se das suas similares produzidas noutras regiões pelo sabor característico, com elevado teor de açúcar, consistência da polpa e coloração acentuada resultante das condições edafo-climáticas (de invernos muito rigorosos e verões quentes e secos). Cada maçã tem um calibre de 50 a 55 mm.

© Copyright 2017 ptpt.pt
Developed by Impactwave